O guarda-corpo é uma estrutura que tem a finalidade de trazer segurança aos usuários das construções e é utilizado em lugares como mezaninos, varandas, escadas, piscinas e passarelas.

Essa estrutura possui indicações de segurança, e é um item obrigatório, de acordo com NBR 14.718 de 2008, para qualquer desnível superior a 1 metro. Ele tem o objetivo de impedir que as pessoas caiam de espaços altos e abertos, mas isso não impede que o arquiteto tire partido deste elemento de proteção para trazer beleza ao projeto.

Usualmente esses elementos de proteção possuem uma estrutura vertical que serve de sustentação, e podem ter elementos horizontais ligados aos verticais, formando uma “moldura” que pode ou não ser fechada com tela ou vidro. Além do guarda-corpo, se for um local de alto trafego de pessoas, é indicado colocar um corrimão na parte superior.

Deve-se levar em consideração se essa barreira ficará em ambiente externo ou interno, sujeito a ação da chuva e do sol, por exemplo. Dependendo do ambiente, deve-se escolher materiais mais fortes. No caso de um guarda-corpo para uma escola o material deverá ser mais resistente pois as crianças podem se debruçar nele.

É necessário antes de tudo que o profissional tenha criatividade ao projetar o guarda-corpo em harmonia com o conjunto da obra, os guarda-corpos pode sem ser feitos de diversos materiais: aço inox, alumínio, madeira, cabos de aço, e de alvenaria convencional.

Por deixar os ambientes leves e ter maior visibilidade de todo espaço, o vidro acaba sendo uma tendência da arquitetura contemporânea. Os vidros temperados e laminados são os mais recomendados, pois não estilhaçarão em caso de quebra e podem ser combinados com acabamento em alumínio ou inox. Esta é uma ótima opção para casas de praia, pois são resistentes a corrosão.

Para ambientes que contam com pouco espaço, essa pode ser uma opção muito vantajosa que ainda irá colaborar com a decoração e harmonização dos cômodos. É uma característica desse tipo de peça gerar a sensação de continuidade e ampliação do espaço.

Além disso, uma grande vantagem dos guarda-corpos de vidro é a sua facilidade na hora da limpeza e higienização.

Além do vidro, para instalar essa estrutura são necessários outros materiais de sustentação e/ou decoração do equipamento. O acabamento do guarda-corpo pode ser composto de materiais como: ferro, inox, latão, alumínio, cabo de aço e madeira.

Os guarda-corpos estão presentes na composição das fachadas dos edifícios e na tendência de apartamentos com varandas e são um importante elemento de destaque, mas acima de qualquer padrão de beleza nos projetos, você deve prezar pela segurança da estrutura do material que será aplicado em sua obra.

Artigo escrito pelas arquitetas e urbanistas Jeanita Bonato (CAU/SC A135996-7) e Mariana Silva (CAU/SC A150451-7).

-

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram