Foto pixabay.com
Foto pixabay.com

Eu sempre acreditei que o movimento é o melhor caminho para estarmos bem. Nós temos uma das biomecânicas mais complexas da natureza, são aproximadamente 650 músculos, um emaranhado de fáscias e muitas articulações que precisam se mexer.

O corpo precisa de movimento, é para isso que ele foi feito, para se mover, para andar, correr, pular, rolar, agachar, rodar. Nosso cérebro evoluiu para permitir maior complexidade de nossos movimentos, mas infelizmente, fazemos isso cada vez menos, até as crianças estão mais paradas.

Estamos indo contra a natureza e o preço a se pagar vai ser alto. Nenhuma máquina se mantém em perfeito estado sem ser usada, em algum momento ela enferruja, e com o corpo não é diferente. Se nós não usarmos vamos acabar perdendo, perdendo o nosso corpo em vida. Ele carregará o ruim, as dores, as limitações, as tensões, as incapacidades, o desconforto, a lista é tão grande que nem caberia aqui.

O nosso corpo vai ficar naquilo que fazemos, ele é muito esperto e sábio, vai se preparar para suportar os teus hábitos e a tua rotina. Uma máquina tão perfeita nas suas imperfeições sendo desperdiçada na inércia, na falta da saúde física e mental. Movimente-se, use o corpo para o que ele foi feito, ele se adapta, se reinventa, se reorganiza e todas as fraquezas e a negligência com nos mesmos pode ser revertida.

O corpo precisa de movimento, assim como a vida. A vida é isso mesmo, é mudança, é fluxo, é novas rotas. Sua cabeça não aguenta se você parar. Nada é estático no universo, tudo se move e se transforma. Quando realizamos movimentos direcionados, nosso corpo estimula automaticamente nossos átomos, nossas moléculas, nossos órgãos, nosso esqueleto, nossos músculos e você cria uma vibração energética onde te conecta em tudo, inclusive com os teus pensamentos, te proporcionando um bem-estar profundo.

E ao contrário, aconteceria o mesmo? É claro que sim. Criar movimentos internos também redefine a sua rota, te dá liberdade para dar os passos e seguir, se redirecionar. É a maneira simples, fácil, próxima, e profunda de que dispomos em nosso modo de estar no mundo. Permite-nos vislumbrar novos universos, novas conquistas, novos caminhos, dar um sentido diferente.

Quando nos movimentamos, não apenas mexemos nosso corpo, mas movimentamos pensamentos antigos que estão aí dentro ocupando espaço, mexemos em crenças e conceitos que fazem parte do nosso ser, que não são mais as nossas verdades e que não fazem mais sentido. Permitimos mudanças de ideias, de sentimentos, de planos e de opiniões, como se atualizássemos o GPS da nossa vida.

O movimento é a forma de relação do ser humano consigo mesmo e com o meio, como ele se expressa, se protege, busca viver e desempenha suas funções vitais. O movimento de cada ser humano é único nas suas pequenas variações e combinações.

Todos os movimentos vividos necessitam de ajustes necessários para manter o equilíbrio, um equilíbrio dinâmico, que precisa de raízes fortes para se manter dentro dos padrões naturais do movimento.

Movimente-se, viva, experimente e se permita a novas experiências e vivências. Saia do mesmo, somos seres em construção e podemos reformar o que já está construído em nós.

Andréia Chiavini Pilates e TRX

Endereço: Rua José Theodoro Ribeiro, 1051, bairro Ilha da Figueira

Contato: (47) 9 9983-3419 (WhatsApp)
Redes sociais: Facebook e Instagram | Site: www.andreiachiavini.com.br