Meningite é uma infecção que se instala, principalmente, quando uma bactéria ou vírus, por alguma razão, consegue vencer as defesas do organismo e ataca as meninges - três membranas que envolvem e protegem o cérebro, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Mais raramente, as meningites podem ser provocadas por fungos ou pelo bacilo de Koch, causador da tuberculose.

A maioria dos casos de meningite são de origem viral e costumam evoluir sem complicações. Os sintomas da meningite viral são parecidos com os da gripe, com febre e dor de cabeça, e a nuca fica pouco rígida e dolorida. O tratamento visa apenas controlar os sintomas através de medicamentos para dor e febre. Já as meningites bacterianas são bem mais perigosas que a meningite viral, podendo levar à morte e sequelas graves se não forem diagnosticadas precocemente. O tratamento é feito com medicamentos antibióticos específicos para o tipo de bactéria.

Os tipos de meningites bacterianas mais comuns são causados pelas bactérias meningococo, pneumococo e Haemophilus influenzae B (HiB). Para os três tipos de meningites bacterianas existem vacinas disponíveis, sendo que a rede pública disponibiliza estas vacinas para alguns tipos e algumas faixas de idade. Para o pneumococo e o HiB, as vacinas disponíveis na rede pública são bastante eficazes na prevenção desses dois tipos de meningite.

Cabe, porém, ressaltar as diferenças dos calendários de vacinação público e privado. A vacina disponível para o pneumococo na rede pública é a vacina pneumocócica conjugada 10 valente (VPC10), já nas clínicas privadas a vacina disponível é a vacina pneumocócica conjugada 13 valente (VPC13). Com relação ao pneumococo, o Calendário de Vacinação da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm – www.sbim.org.br) recomenda: “a partir dos 2 meses de idade e sempre que possível, o uso preferencial da VPC13, com o intuito de ampliar a proteção para os três sorotipos adicionais em relação à VPC10.

No entanto, quando isso não for possível, crianças menores de 6 anos com esquema completo ou incompleto de VPC10 podem se beneficiar com dose(s) adicional(is) de VPC13, respeitando-se a recomendação de bula para cada idade de início e o intervalo mínimo de dois meses da dose anterior da VPC10. O PNI (Programa Nacional de Imunizações) adotou, desde janeiro de 2016, o esquema de duas doses da VPC10 aos 2 e 4 meses de vida, com reforço aos 12 meses.

A SBIm mantém a recomendação de três doses quando utilizada a VPC13: aos 2, 4 e 6 meses de vida com reforço entre 12 e 15 meses.” Já com relação ao HiB, a SBIm recomenda: “reforço aos 15-18 meses, principalmente quando forem utilizadas, na serie primária (aos 2, 4 e 6 meses), vacinas HiB nas combinações com DTPa (vacina acelular contra a coqueluche)”. Dentre os três tipos, a meningite meningocócica é a que se transmite mais facilmente pela via respiratória e também a mais temível das meningites bacterianas.

Esta forma de meningite bacteriana é de rápida evolução, com altas taxas de complicações, sequelas e mortalidade, atingindo todas as faixas de idade. A doença meningocócica impõe a necessidade de estratégias de prevenção pela vacinação. Esta bactéria é classificada em 12 diferentes sorogrupos, sendo que os sorogrupos A, B, C, Y, W e X são os responsáveis por praticamente todos os casos da doença no mundo. Em Santa Catarina em 2018, até 31 de outubro, de todos os casos confirmados de doença meningocócica, 40,8% foram identificados como sorogrupo W, 32,4% sorogrupo C, 11% do sorogrupo B. Com relação aos óbitos, 50% foram causados pelo sorogrupo W, 10% sorogrupo e 10% do sorogrupo B.

Quando observada a distribuição por sorogrupo nas faixas etárias, identificamos o sorogrupo W presente em todas as faixas etárias. O sorogrupo C não foi identificado na faixa etária de 5 a 9 anos, ocorrendo em todas as outras faixas etárias. O sorogrupo B foi identificado nos menores 1 a 9 anos, na faixa etária de 15 a 29 anos e também na faixa etária de 40 a 49 anos. Fonte: SINAN (Atualizado em 31 de outubro de 2018).

A rede pública disponibiliza somente a vacina contra o sorogrupo C para menores de 2 anos de idade e adolescentes de 11 a 14 anos de idade. As clínicas privadas disponibilizam hoje a proteção para todas os sorogrupos da bactéria meningococo, exceto o sorogrupo X, que ainda não foi detectado no país. São duas vacinas disponíveis: contra meningite meningocócica ACWY (para todas as idades a partir de 3 meses) e a vacina contra a meningite meningocócica B (para crianças a partir de 3 meses de idade, adolescentes e adultos).

Onde se vacinar?

A SALUTARE VACINAS está à disposição para realizar a leitura de carteirinhas de vacinação e fazer todas as orientações necessárias para a proteção de toda a família. Localizada no piso SS do Jaraguá do Sul Park Shopping (piso do estacionamento), funciona de segunda a sábado, das 10h às 20h.

  • Av. Getúlio Vargas, 268 - S06 – Jaraguá do Sul Jaraguá Park Shopping
  • Horário de atendimento: De segunda a sábado: das 10h às 20h