O mês é destinado à conscientização sobre a importância da prevenção e combate às diversas causas de cegueira. Atualmente, estima-se que a cegueira afete 39 milhões de pessoas em todo o mundo e que 246 milhões sofram de perda moderada ou severa da visão. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS) e constam no recente documento “As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2019”, elaborado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO).

Uma boa notícia é que o CBO garante que cerca de 74,8% dos casos de cegueira e deficiência visual podem ser prevenidas ou curadas.

As consultas de rotina com um médico oftalmologista são fundamentais para a prevenção de tratamento de doenças como o glaucoma, a degeneração macular e a retinopatia diabética, entre outras.

As principais doenças oculares são:

Glaucoma, uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intraocular que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual. Se não for tratado, pode levar à cegueira.

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), mais conhecida pelas iniciais DMRI, é uma doença que afeta a área central da retina (mácula). Esta degeneração, ocorre por conta da idade e costuma aparecer após os 60 anos. É considerada uma das principais causas de cegueira entre as pessoas da melhor idade.

A Retinopatia Diabética se caracteriza pelo acúmulo de açúcar nos vasos sanguíneos que irrigam a retina. Este acúmulo vai aos poucos deteriorando as células, que ficam mais permeáveis e acabam formando edemas na retina. Além disso, ocorre acúmulo de material na parede dos vasos, levando a um bloqueio da passagem de sangue até que ocorra um vazamento (hemorragia).

 

 

 

 

Fontes:

Hospital de Olhos de Blumenau

https://www.bbc.com/portuguese/geral-48634186

Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV)