Motores W22 IR3 Premium acionam os Insufladores do Sistema de Recuperação de Areia. Foto: Weg/Divulgação
Produtos de alta eficiência reduzem 45% o consumo de energia elétrica no Metalúrgico II
A WEG, multinacional fabricante de equipamentos elétricos, possui diversas soluções de eficiência energética para economia de energia. E sabe que conscientizar a indústria a reduzir desperdícios e poupar recursos naturais começa com o exemplo em casa. Recentemente, a empresa implantou um projeto de eficiência em uma das áreas que mais consome energia, o Metalúrgico.
O setor industrial brasileiro consome cerca de 40% da energia elétrica do país, e 2/3 dessa energia é utilizada em sistemas motrizes. A redução do consumo de energia pelo uso mais eficiente proporciona à indústria mais competitividade e produtividade, além de maior disponibilidade de energia e redução de impactos ambientais. “O caminho mais assertivo para economizar energia é investir na modernização da força motriz aliada à automação do sistema”, afirma Fernando Cardoso Garcia, Diretor de Vendas da Unidade WEG Motores.
A solução de eficiência energética foi implantada no Sistema de Desmoldagem e Recuperação de areia do departamento Metalúrgico II, que tem como função realizar a desmoldagem, recuperação e distribuição de areia proveniente do processo de moldagem. Além dos motores dos insufladores do Sistema de Recuperação também foram substituídos os motores do exaustor do filtro de mangas e do ventilador e bombas da torre de resfriamento. Os novos motores são das linhas de alta eficiência W22 IR3 Premium, W22 Well IR3 Premium e W22 Magnet IR4 Super Premium, acionados pelo inversor de frequência de alta performance CFW11.
O resultado foi uma redução de 45,3 % no consumo de energia elétrica, o que representa uma economia de 415,8 MWh/ano. A redução de custo prevista é de R$ 87.320,00/ano. Além da substancial economia de energia, outros ganhos como economia de água na torre, aumento da vida útil do filtro de mangas, redução do custo operacional, de manutenção e operação também foram observados. A redução no consumo de energia ocorreu através da troca dos motores antigos por modelos de alta eficiência e da automatização do processo. Mantiveram-se as mesmas condições de operação, porém os equipamentos passaram a operar automaticamente através do inversor de frequência, que recebe a informação do sistema de controle e varia a velocidade do motor de acordo com a necessidade da aplicação.
“Os resultados dos trabalhos de Eficiência Energética na WEG estão bastante alinhados ao nosso modelo de negócio, prezando pela eficiência operacional e sustentabilidade. As trocas de motores elétricos por modelos W22 mais eficientes, aliados aos inversores de frequência CFW11 geram um resultado significativo e superam as expectativas de projeto, confirmando a viabilidade dos trabalhos”, afirma Alexandre Amano, Gerente do Departamento de Manutenção da WEG.
Fonte: Weg.net