Vítimas de acidente aéreo no Norte de SC foram identificados por arcada dentária e digital

Foto: Reprodução Redes Sociais

Por: Claudio Costa

06/06/2024 - 09:06 - Atualizada em: 06/06/2024 - 09:09

A Polícia Científica concluiu ainda na terça-feira (4), o trabalho de identificação e liberação dos corpos das vítimas do acidente aéreo em Garuva, no Norte de Santa Catarina.

De acordo com a perícia, por meio de impressões digitais foi identificado piloto Antônio Augusto de Castro Santos, 52 anos; e por análises da arcada dentária o empresário Geraldo Claudio de Assis Lima, 66.

“A Polícia Científica catarinense se solidariza com os familiares e amigos das vítimas. Nosso trabalho, desde o momento em que fomos acionados, reafirma o compromisso de usar a ciência para a promoção da justiça e cidadania”, disse o perito-geral em exercício da Polícia Científica, Douglas de Oliveira Balen.

A operação de extração dos ocupantes da aeronave foi realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar e pela Polícia Científica na manhã desta terça.

As equipes foram para uma área de mata fechada no bairro Barrancos, em Garuva, local onde a aeronave foi avistada durante a madrugada.

Segundo os bombeiros militares, a região é utilizada pelas aeronaves para baixar a altitude para o pouso no Aeroporto de Joinville.

A queda do avião aconteceu no fim da tarde desta segunda-feira (3).

O bimotor Beech 95-B55 Baron desapareceu do radar por volta das 17h45.

O avião saiu de Governador Valadares e tinha como destino Florianópolis.

Porém, o piloto pediu autorização de pouso em Joinville.

A aeronave acabou perdendo contato com a torre no momento em que sobrevoava a região.

Uma equipe da Força Aérea Brasileira participou das buscas.

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.