Vítima de um homicídio na noite desta segunda-feira (7), William Leandro da Costa, 22 anos, tinha 18 boletins de ocorrência por crimes como tráfico e furto. Relatos dão conta de que a vítima estava recebendo ameaças. O crime ocorreu por volta das 21h, na rua Francisco Hruschka, no bairro Tifa Martins, na frente da pista de atletismo.

De acordo com a Polícia Militar, uma testemunha afirmou que William foi a um mercado e dois homens em uma motocicleta o abordaram. A dupla pediu informações e, no momento em que a vítima respondeu, o carona desceu da moto disparando cinco tiros. As balas atingiram a cabeça, o pescoço, as costas e a mão do rapaz.

Uma pessoa da família afirmou que William tinha envolvimento com drogas. Antes de ocorrer o homicídio, os executores passaram três vezes na frente da casa da vítima. Também há informações de que eles rondaram o bairro durante a manhã. Há relatos de que o rapaz tinha uma dívida de drogas e que vinha recebendo ameaças através de telefonemas e mensagens.

O Instituto Geral de Perícias foi até o local do crime e periciou o local. Não foram encontradas capsulas no local do crime, o que indica que foi utilizado um revólver na execução. O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal para a necropsia.

Os dois atiradores estavam em uma Honda CG de cor preta. A Polícia Militar realizou rondas pelo bairro, mas não prendeu nenhum suspeito. A Polícia Civil tomou depoimentos e trabalha na identificação do atirador e do comparsa. A investigação vai ficar a cargo da Divisão de Investigação Criminal.

Quer receber as notícias no WhatsApp?