No Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, lembrado nesta quinta-feira, dia 25, um "Violentômetro" foi lançado exclusivamente para auxiliar no combate às violências.

A ideia foi da vereadora de Criciúma, Giovana Mondardo (PCdoB), que por meio de um marcador de livros, visou colaborar com 20 itens que caracterizam como violência.

Segundo a vereadora, o objetivo da ação é reforçar para a população os diferentes tipos de violência que uma mulher pode sofrer.

"Percebemos que nos últimos tempos os casos têm aumentado e pensamos em algo simples e de uso para que todos possam utilizar e se informar de como agir ao identificar alguma dessas situações", destacou.

O violentômetro conta ainda com número de denúncia para auxiliar as mulheres, por meio do 180. Exemplares foram entregues para as servidoras que atuam na Câmara de Vereadores de Criciúma e também serão entregues em ações do Conselho das Mulheres que acontecem no sábado, dia 27, no município de Criciúma.