Vigilante suspeito de matar jovem diz à polícia que atirou para se defender

Vigilante suspeito de matar jovem diz à polícia que atirou para se defender Vigilante suspeito de matar jovem diz à polícia que atirou para se defender

Segurança

Por: OCP News Jaraguá do Sul

segunda-feira, 08:11 - 20/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Matheus Bachmann, de 19 anos, foi morto a tiros na tarde de sábado (18), no Condomínio Dante Minel, no bairro Ribeirão Cavalo. Foto: Divulgação Em depoimento, homem disse que jovem se movimentou para atirar. Rapaz de 19 anos morava no condomínio onde foi atingido por tiros. O vigilante de um condomínio preso suspeito de matar um jovem em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, informou em depoimento à polícia que agiu em legítima defesa. Ele foi conduzido neste domingo (19) para o presídio regional da cidade. Segundo a Delegacia de Polícia de Jaraguá do Sul, o vigilante informou que agiu para se defender, pois o jovem teria feito um movimento como se fosse atirar, e que era ameaçado com frequência pela vítima. O jovem de 19 anos foi morto a tiros dentro do condomínio onde morava em Jaraguá do Sul no início da tarde deste sábado (18). De acordo com a Polícia Militar, o vigilante que trabalhava no local confessou o crime e foi preso. O vigilante de 30 anos ainda disse à Polícia Civil que ele era ameaçado porque atrapalhava a visita de colegas da vítima ao condomínio e que eles seriam traficantes. A Polícia Civil informou que já realizou operações no condomínio relacionadas ao tráfico de drogas. No entanto, não encontrou passagens do jovem relacionadas a isso, mas sim por ameaça. O vigilante não tem passagens policiais. Até a noite deste domingo (19), nenhum familiar da vítima havia registrado queixa na Delegacia e não havia relatos de possíveis testemunhas no boletim da ocorrência. A polícia não soube informar, até a publicação desta notícia, há quanto tempo o vigilante trabalhava no local e se o jovem morava sozinho. Prisão em flagrante por homicídio Equipes da polícia, bombeiros e Samu foram acionadas por volta das 13h45 de sábado por moradores do condomínio Dante Minel, localizado no bairro Ribeirão Cavalo, mas quando chegaram ao local a vítima já estava morta. O homicídio aconteceu na área externa do condomínio. O suspeito, que fazia a segurança do local, estava no horário de trabalho. De acordo com a PM, o vigilante disse que saiu do condomínio após o crime para não sofrer represálias dos moradores, mas depois se apresentou na delegacia da cidade. O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Segundo a polícia, ele foi atingido por pelo menos dois tiros. A arma do crime foi apreendida. Fonte: G1 SC
×