Foto: Reprodução RIC Mais
Foto: Reprodução RIC Mais

O dono de um posto de combustíveis foi morto após ser baleado por um vigilante de uma empresa de Jaraguá do Sul que fazia a escolta de ônibus de turismo. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (18), na BR-116, em Quatro Barras, na região Metropolitana de Curitiba.

O empresário Rodrigo Andreatta, de 42 anos, foi baleado na cabeça durante uma discussão com o profissional. Rodrigo chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Angelina de Caron, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

De acordo com o portal RIC Mais, testemunhas afirmaram que a discussão começou após um ônibus bater, de maneira leve, em um caminhão baú que estava estacionado no local. Após a colisão, o tráfego no local teria sido bloqueado e o proprietário do posto foi pedir para que os motoristas liberassem a passagem.

Neste momento, o vigilante sacou uma arma e disparou contra o empresário. Para a Guarda Municipal, o homem relatou que agiu em legítima defesa, pois o proprietário do local teria tentado pegar sua arma.

O dono do estabelecimento ficou caído no chão inconsciente e foi socorrido por amigos. O autor do disparo foi encaminhado a delegacia para prestar depoimento. De acordo com informações obtidas pelo OCP, a empresa de turismo seria do Rio Grande do Sul.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança