Vigilante que colocou cenoura no ânus de cão em creche em SC é condenado por maus-tratos

Foto: Freepik

Por: Claudio Costa

14/07/2023 - 15:07 - Atualizada em: 14/07/2023 - 15:20

O juízo da comarca de Correia Pinto, na Serra Catarinense, condenou um homem a cinco anos de prisão, em regime semiaberto, por maus-tratos a um cachorro registrados em duas oportunidades durante o último mês de fevereiro.

O vigilante imobilizou o cachorro com fita adesiva e introduziu uma cenoura no ânus do animal, causando dor e sofrimento. Toda a ação foi captada pelas câmeras.

O réu praticou atos de natureza sexual com o cão no interior de uma creche e ainda cortou a parte traseira do animal.

Conforme a denúncia, os fatos ocorreram à noite, durante o horário de expediente do vigia noturno, enquanto estava sozinho no local. Ele imobilizou o animal com uma fita para praticar o ato libidinoso.

A fim de assegurar a impunidade desse primeiro crime, o réu cometeu novamente maus-tratos contra o cão ao fazer cortes na parte traseira para justificar que estaria “tratando” o ferimento.

Ele confessou os delitos. Em juízo, além do acusado, foram ouvidas 14 pessoas entre testemunhas e informantes.

O homem teve negado o direito de recorrer da sentença em liberdade. O processo tramita em segredo de justiça.

Imagem de freestockcenter no Freepik

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.