Até parecia inverno. O movimento nas praias de Florianópolis neste último final de semana de validade do decreto do governo de estado que limitava as atividades sócio-econômicas ficou bem abaixo do registrado em outras datas semelhantes durante o verão.

A fiscalização da Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) atuou em praticamente toda a orla, mas pouco foram os banhistas que insistiram em permanecer nas faixas de areia.

 

"Nossa ação consistiu em orientar e informar à população acerca dos novos regramentos, e não em simplesmente aplicar a sanção prevista em lei. Nosso objetivo é espalhar a ideia de que quanto mais empreendedores e cidadãos se engajarem na prevenção da doença, estaremos em segurança e mais cedo saíremos dessa crise sanitária", explica o Comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Valci Brasil.

 

Ao todo foram 205 fiscais envolvidos que realizaram 407 visitas. Desse total, em 375 vistorias não foi detectado qualquer irregularidade, o que corresponde à 92% do total de locais visitados até o momento.

 

De acordo com o Mapa Brasileiro da Covid-19, o índice de isolamento em Santa Catarina foi de 49,66%, o 10º maior do país. No site não havia dados específicos da Capital até o final da manhã desta segunda-feira (8).