Vídeos: Posto de guarda-vidas na Praia da Galheta é incendiado em ato criminoso

Foto: Divulgação/CBMSC

Por: OCP News Florianópolis

18/03/2024 - 11:03 - Atualizada em: 18/03/2024 - 11:08

No domingo (17), por volta das 19h20, um incêndio destruiu completamente o posto avançado dos guarda-vidas na Praia da Galheta, localizada no Leste da Ilha de Florianópolis. As autoridades locais suspeitam que o incêndio tenha sido provocado de forma intencional, configurando um ato criminoso.

O capitão Cavallazzi, responsável pela supervisão dos Bombeiros na Grande Florianópolis, destaca que este é o quinto incêndio registrado no posto avançado da Galheta. Para ele esses ataques podem ser uma retaliação às ações dos guarda-vidas, que têm como objetivo combater a importunação sexual, assédio, assalto e roubo na área. A presença dos guarda-vidas na praia tem sido crucial para fornecer apoio e segurança às vítimas desses tipos de crimes.

O capitão Cavallazzi informou que será registrado um boletim de ocorrência sobre o incidente, e medidas serão tomadas para solicitar o apoio das Polícias Civil e Militar na investigação do caso. Estima-se que serão necessários cerca de R$ 40 mil para reconstruir o posto avançado e substituir os equipamentos perdidos no incêndio.

A destruição do posto avançado dos guarda-vidas na Praia da Galheta é motivo de preocupação não apenas para as autoridades locais, mas também para os frequentadores da praia. A comunidade espera que medidas sejam tomadas para garantir a segurança e a proteção das áreas públicas contra atos criminosos semelhantes no futuro.