Trabalhadores da Racli Limpeza Urbana, empresa responsável pela coleta de lixo em Içara, foram ameaçados o ofendidos - inclusive com palavras racistas -, na manhã desta segunda-feira, no bairro Demboski.

Parte da ocorrência foi registrada em vídeo, o qual foi disseminado nas redes sociais, e o caso ganhou repercussão até nacional.

Segundo a Polícia Militar, que foi acionada por vizinhos, a confusão começou quando os trabalhadores recusaram a recolher um lixo com fezes de cachorros expostas, em uma sacola mal fechada, o que gerou uma discussão.

Em seguida, o morador da residência, de 30 anos, proferiu as ameaças e xingamentos (até Jesus Cristo foi alvo, confira aos 40 segundos do vídeo maior).

Ele pegou um soco inglês e uma faca e partiu para cima dos trabalhadores, que só não foram atingidos, pois estavam seguros dentro do veículo.

Na fúria, desferiu um golpe de faca na porta do caminhão e no pneu, que chegou a furar.

A guarnição da PM o encaminhou à delegacia. Segundo o subcomandante da Guarnição Especial de Içara (Geic), major Sandi Murís de Medeiros Sartor, foi realizada a prisão em flagrante, pela injúria racial e pelo dano, além da ameaça.

A RACLI Limpeza Urbana emitiu uma nota de repúdio

Confira

Nota de repúdio RACLI Limpeza Urbana

“Em razão dos atos de violência registrados na manhã desta segunda-feira, 30, contra os nossos trabalhadores enquanto realizavam a coleta de lixo no bairro Demboski, em Içara, a RACLI Limpeza Urbana lamenta profundamente os fatos ocorridos, seja pela violência física, psicológica, mas, principalmente pela violência racial praticada contra os seus colaboradores.

A empresa repudia qualquer tipo de preconceito e é inadmissível que nos dias de hoje ainda continuemos a testemunhar esse tipo de violência, pois a RACLI Limpeza Urbana acolhe a todas as pessoas sem distinção.

A empresa fica totalmente à disposição, através da direção e do seu departamento jurídico, para acompanhar as investigações, no aguardo de que os crimes praticados contra os colaboradores sejam apurados e punidos”.

 

Assista aos vídeos:

 

 


Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul