O sargento da reserva da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), Hélio Martins, de 57 anos, foi filmado pela ex-companheira ameaçando-a e proferindo palavras racistas, inclusive contra o filho dela, a qual chama como “macaquinho”.

“Raça do demônio, tenho ódio, sou racista, eu não suporto negro”, dentre outras atrocidades também foram ditas.

O caso ocorreu na residência de um deles, que moram em São Ludgero, no Sul catarinense, e o vídeo, de pouco mais de 40 segundos, viralizou no final da última semana sendo destaque até no noticiário em nível nacional. Na gravação, ele ainda ameaça bater na mulher com um chinelo.

A Polícia Civil já instaurou inquérito policial e a PMSC emitiu uma nota.

“A PMSC repudia toda e qualquer tipo de violência contra a mulher ou vulnerável, bem como qualquer tipo de racismo. Diante deste fato, a referida ocorrência deverá ser apurada com rigor por todos os processos legais;

O homem que aparece no vídeo é sargento da PMSC, que está na reserva desde 9 de março de 2016.

Todo policial militar, seja de ativa ou da reserva, deve seguir em conformidade com os dispositivos previstos no Regulamento Disciplinar da PMSC, Código Penal Militar e legislação penal geral. O caso identificado será encaminhado à Corregedoria-Geral da PMSC”.

Assista ao vídeo