Vídeo: Polícia Civil prende líder de quadrilha que roubou cargas em Jaraguá do Sul e outras três cidades de SC

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Por: Claudio Costa

11/11/2023 - 14:11 - Atualizada em: 11/11/2023 - 14:23

A Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) realizou uma operação contra uma quadrilha que furtou cargas em Jaraguá do Sul e outras três cidades catarinense.

Na ação deflagrada na quarta-feira (8), com o apoio da Polícia Civil do Paraná, foram recuperados produtos furtados avaliados em R$ 1,7 milhão e o líder do grupo foi preso.

Os policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão e prisão na cidade de São José dos Pinhais (PR).

Além das cargas, foram apreendidos dispositivos eletrônicos, documentos e veículos de luxo.

Os objetos e documentos serão minuciosamente analisados pela equipe da delegacia especializada.

Em um galpão, foram localizadas diversas cargas furtadas em Santa Catarina e em outros Estados.

A operação é resultado da investigação que começou a partir do furto de carga de produtos alimentícios.

O crime aconteceu no dia 7 de outubro, em Jaraguá do Sul.

Ao tomar conhecimento dos fatos, a equipe de investigação coordenada pelo delegado Osnei Valdir de Oliveira iniciou as apurações pertinentes ao crime.

O caso mostrou particularidades que chamaram a atenção da equipe.

Para efetuar os furtos o grupo criminoso fazia a clonagem do caminhão e do semirreboque numa modalidade avançada.

A adulteração ia além da clonagem de placas. Os criminosos realizaram a plotagem, mediante envelopamento e adesivagem do caminhão, transformando um caminhão da cor branca e um da cor amarela.

Os ladrões foram cautelosos, clonando até mesmo os adesivos afixados nos vidros e lataria.

O objetivo era burlar o monitoramento das rodovias, o que demonstra a importância da investigação policial.

Com o conjunto veículos clonado, eles utilizavam dados de motoristas para realizar o carregamento em empresas no Estado de Santa Catarina.

Até o momento o grupo é responsável por quatro furtos de cargas nas cidades de Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Gaspar e Porto Belo.

Segundo a Polícia Civil, foram subtraídas cargas diversas de alto valor agregado.

Foram recuperadas cargas furtadas de produtos preparados para sorvete, carga de tâmaras, carga de óleo de girassol, carga de panetone, carga de louças, carga de leite e carga de produtos diversos subtraídos de uma rede de atacarejo.

Na residência do mentor intelectual do grupo, foram apreendidas partes de cargas furtadas de gênero alimentício.

De acordo com delegado Osnei Valdir de Oliveira a atuação dos criminosos em crimes de furto/roubo/receptação de cargas mudou.

“A ação de hoje demonstra que a velha receita de combate a essa modalidade criminosa precisa urgentemente ser superada. A atuação dos criminosos mudou, a atuação das polícias precisa mudar. A Polícia Civil é responsável pela persecução penal na fase investigativa, adotando medidas no âmbito de Polícia Judiciária, para o esclarecimento dos fatos. Buscamos identificar os líderes do grupo, atuar contra os mentores intelectuais. Toda a cadeia criminosa tem que ser alcançada”, disse o delegado.