Vídeo: nível do rio passa dos 11 metros e alaga diversas ruas de Rio do Sul

Foto: Reprodução / Redes sociais

Por: Luan Tamanini

17/11/2023 - 10:11 - Atualizada em: 17/11/2023 - 12:47

O nível do Rio Itajaí-Açu subiu 36 centímetros em duas horas e chegou a 11,23 metros às 10h desta sexta-feira (17) em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, informou a Defesa Civil. Com isso, a cidade atingiu a cota de inundação prevista, de 11 metros.

A estimativa é de que mais de 300 ruas estejam alagadas, atingindo mais de 4 mil residências. A cidade conta com 19 abrigos abertos. Segundo a prefeitura, o número de pessoas abrigadas neles ainda não foi contabilizado, pois o movimento de chegada foi intenso.

Confira a situação abaixo:

Esta é a quinta enchente registrada no município em 2023, sendo a segunda só no mês de novembro. Nos registros históricos, esta é a 71ª enchente da história, que começou a ser contabilizada em 1911.

Conforme a Defesa Civil, o acumulado de chuva na cidade foi de 103,2 milímetros na quinta-feira (16), além de 14,6 milímetros na quarta (15). Além disso, há previsão de chuva para esta sexta-feira. Uma reunião do Grupo de Ações Coordenadas está sendo realizada e deve definir a nova cota de inundação e de atenção (atualmente definida em 12 metros) na cidade.

Os volumes de chuva previstos para os próximos dias ainda são incertos. A equipe técnica da Defesa Civil tem relatado dificuldade de prever com exatidão o modelo que pode ser apresentado. Para se ter uma ideia, a expectativa de quinta-feira era um volume de 40 milímetros, que foi superado em quase três vezes. Por hora, sabe-se que há mais chuva pelo menos até sábado.

Ocorrências

Até as 6h desta sexta-feira (17), a Defesa Civil de Rio do Sul teve registro de 25 chamados de ocorrências, sendo a maioria por questões relacionadas por deslizamentos de terra e rachaduras em muros ou quedas de árvores ou enxurradas. Não há registro de feridos.

Orientações para a população

A Defesa Civil reforça algumas medidas de segurança e conduta para evitar problemas, incômodos e acidentes neste momento de enchente na cidade:

– Deixe as ruas livres para os veículos de segurança ou as pessoas que realmente precisam fazer a retirada de seus pertences, evitando o turismo de enchente;
– Não utilize canoas, botes ou outros tipos de formas de locomoção em locais alagados se não tiver experiência e instrumentos de segurança como coletes;
– Evite transitar com veículos ou até mesmo a pé em áreas alagadas. Elas podem conter rachaduras, buracos, valos que podem causar danos e risco aos transeuntes;
– Se sair de casa, desligue o gás, o disjuntor de eletricidade e o relógio de água;
– Não deixe lixo em áreas que podem ser alagadas. Leve para locais mais altos e, se possível, deposite na rua apenas quando a coleta for regularizada. O atendimento será revisto dia a dia;
– Ao sair de casa, não esqueça de remédios, principalmente os de uso contínuo ou receitas médicas de medicamentos importantes, além de equipamentos de saúde de uso pessoal;
– Tenha cuidado com os animais de estimação. Não os deixe presos em casa ou na corrente. Leve-o junto se precisar sair. E se não tiver como, deixe-o solto;
– Tenha empatia. Se puder, ajude o vizinho, o amigo, o colega de trabalho. O momento é difícil para grande número de pessoas e quanto mais ajuda, o prejuízo e a dor podem ser amenizados;
– Emergências devem sempre ser acionadas pelo telefone da Defesa Civil 199.