Vídeo mostra momento em que servidor da Floram recebe propina em Florianópolis

Foto: Reprodução OCP

Por: Claudio Costa

17/09/2023 - 14:09 - Atualizada em: 17/09/2023 - 15:03

Um vídeo mostra um servidor da Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente) recebe uma propina em Florianópolis. As imagens flagram o momento em que ele diz que o valor da propina seria de R$ 90 mil caso fosse paga à vista.

A Prefeitura de Florianópolis confirmou no final da tarde deste sábado (16) a prisão do servidor, acusado de cobrança de propina para evitar demolição em obra irregular no Sul da Ilha.

A prisão aconteceu na sexta-feira (15) pela manhã durante a operação da Polícia Civil, conforme informou no mesmo dia o vereador Afrânio Bopré (PSOL) em suas redes sociais.

De acordo com a investigação, o servidor, efetivo há 8 anos no município, teria procurado um construtor que estava com obras irregulares no Ribeirão da Ilha, região Sul. O construtor já tem um histórico de obras irregulares na cidade, inclusive com multas e decisões de demolição.

A Prefeitura informa que só teve acesso aos autos na noite de sexta. Nas redes sociais, o prefeito Topázio Neto estranhou a existência do um vídeo, de um ano atrás, e criticou o fato de o material não ter chegado ao conhecimento do município para afastar o servidor de imediato.

O prefeito também destacou que uma equipe do programa Fantástico, da Rede Globo, sabia da operação um dia antes de acontecer, já que havia chegado na cidade na quinta-feira (15).

Em dezembro de 2022, após a primeira operação da Polícia, quando se investigava uma suposta rede de construtores irregulares, o município procurou a delegacia de polícia civil para buscar mais informações e colaborar. Não recebeu nenhuma informação sobre servidor praticando irregularidades.

“A nossa questão é que se havia um vídeo de mais de um ano comprovando a prática de corrupção, este deveria ter chego no município para afastar o funcionário de imediato”, disse Topázio.

Ainda em dezembro, a Prefeitura firmou um convênio com a Polícia Civil, criando um núcleo anticorrupção dentro da estrutura municipal. Com a reforma administrativa em janeiro de 2023, Topázio separou todas as equipes de fiscalizações dos órgãos de licenciamento, buscando criar mecanismos para dificultar atos de corrupção. O prefeito destacou que a grande maioria dos servidores são honestos e honrados e que vai demitir todos aqueles que mancham a imagem do serviço de Florianópolis.

 

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.