Um vídeo mostra uma cena comum no reino animal, mas muito impressionante.

O biólogo Gilberto Ademar Duwe, da Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente) flagrou uma cobra-coral vomitando uma cobra-d'água após um resgate em Jaraguá do Sul.

A serpente foi resgatada em uma residência pelo biólogo.

Ele explica que é normal que esses répteis regurgitem os alimentos após o trabalho de resgate por causa do stress causado pelo procedimento.

"O resgate de uma serpente, por mais tranquila que seja, causa estresse e perturbação no animal. Afinal, ele está sendo removido de um local contra vontade. Instintivamente, a serpente ‘pensa’ que vai morrer, que está sendo predada. Regurgitar o alimento ajuda a fugir mais rapidamente", destaca Duwe.

Em outros casos, a cobra percebe que o seu alimento é maior que a capacidade que ela tem de engolir.

Então, ela acaba regurgitando o alimento para não morrer sufocada.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança