Um homem de 53 anos foi condenado a 10 anos de prisão por atacar uma mulher e injetar nela uma seringa com sêmen dentro de um supermercado. O caso ocorreu em Maryland, nos Estados Unidos. O crime foi flagrado por câmeras de monitoramento em fevereiro de 2020, mas a condenação só aconteceu na semana passada.

A mulher sentiu uma “picada” e tentou procurar o inseto que ela acreditava ter lhe picado. O próprio homem que a atacou fingiu ajudar a procurar o suposto inseto. Segundo ela, o homem ainda disse: “Eu sei, parece uma picada de abelha, não é?”.

Conforme informações do Jornal The Sun, quando a mulher chegou em casa percebeu a lesão e logo fez a denúncia. Quando os policiais verificaram as câmeras de segurança, identificaram o homem. Ele já tinha histórico de prisão por violência doméstica. No momento da prisão, foram encontradas mais seringas com sêmen em sua casa e no carro.

A mulher procurou um médico, que a receitou coquetel de medicamentos para evitar contágio por algum doença.

Conforme a amissora de TV KTVU, o homem tentou atacar outras duas pessoas da mesma forma naquele dia.

Ele foi condenado por agressão e "reckless endangerment", algo como conduta imprudente.

O juiz do caso classificou o ataque como "absolutamente bizarro e perturbador", disse a KTVU.

Assista ao vídeo:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp