O vídeo da reação a dois assaltantes da quadrilha que sitiou Criciúma, na noite da última segunda e madrugada de terça, já viralizou nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp.

Os disparos que saíram da janela de um apartamento, no entorno de onde ocorria o crime, considerado pela cúpula da segurança pública catarinense como o maior roubo de Santa Catarina, foram efetuados pelo delegado Márcio Campos Neves.

De folga, em casa, de imediato, a autoridade policial notou que o barulho da rua não vinha de fogos, ou algo do tipo. A reação, devido à profissão, também foi instantânea. Da janela, viu o cerco e, mais estrategicamente, dois criminosos encapuzados, portando armas longas.

“Notei então que era algo ainda mais grave, ainda mais com a movimentação próxima ao banco. Com condições de efetuar os disparos, de um local seguro, do qual eles não conseguiriam me ver, suponho que tenha atingido um deles, que caiu, mas se levantou em seguida e mancou. Com uma arma curta, do local em que eu estava, o disparo à distância torna-se dificultoso. Não se tem certeza se realmente ele foi atingido com gravidade. O que me arrependo é de não ter acertado como deveria. É meu trabalho, reação, não era nada pessoal”, pontua.

Assista ao vídeo

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul