Acusado de dirigir embrigado e causar a morte de duas jovens, Evanio Wylyan Prestini passou por audiência de custódia neste domingo | Foto Divulgação
Acusado de dirigir embrigado e causar a morte de duas jovens, Evanio Wylyan Prestini passou por audiência de custódia neste domingo | Foto Divulgação

Com manifestantes gritando "assassino" no entorno do Fórum, o empresário de Guaramirim Evanio Wylyan Prestini, 31 anos, foi levado para o Presídio Regional de Blumenau no início da tarde deste domingo (24).

Acusado de causar uma colisão que resultou em duas mortes na BR-470, em Gaspar, no Vale do Itajaí, no fim da madrugada de sábado (23), o motorista teve a prisão preventiva decretada durante a audiência de custódia, que foi antecipada para o fim da manhã para evitar tumulto.

Na decisão, a juíza Claudia Inês Maestri Meyer decretou a prisão preventiva “para garantia da ordem pública, conveniência da instrução criminal e para assegurar a aplicação da lei penal”.

O que disse a juíza:

“Pela forma como o delito ocorreu, pela presença de grande quantidade de álcool no corpo do conduzido, pelas inúmeras garrafas de bebida alcoólica que guardava em seu veículo e pela comprovação através do referido vídeo feito por terceiro estranho e desinteressado no qual fica comprovado que o conduzido dirigiu por vários quilômetros de forma perigosa e quase causando outros acidentes, é possível concluir que ao permanecer dirigindo alcoolizado, o conduzido assumiu o risco de causar um mal a outras pessoas, como de fato ocorreu. O conduzido possuía outras alternativas para evitar o efeito danoso, mas aceitou a possibilidade de vitimar terceiros ao invés de aguardar até que tivesse condições de conduzir seu veículo com segurança. Não há dúvidas de que a capitulação do delito deve ser alterada para duplo homicídio qualificado e tripla tentativa de homicídio.”

Um esquema de segurança foi organizado em frente ao Fórum e o veículo do Departamento de Administração Prisional (Deap) levou Evanio ao Presídio.

Manifestantes gritaram em frente ao Fórum. Veja o vídeo:

A colisão

Evanio dirigia um Jaguar que bateu de frente contra um Palio com cinco jovens. Suelen Hedler da Silveira, 21 anos, e Amanda Grabner, 18, morreram. Outras duas mulheres também se feriram com gravidade e estão internadas.

Foto: Montagem OCP
Duas jovens morreram na BR-470 no sábado| Foto: Montagem OCP

Prestini foi filmado dirigindo em zigue-zague pouco antes da batida. O motorista não foi parado e bateu contra o carro onde estavam as cinco jovens. Ele havia ingerido bebida alcoólica antes de dirigir.

Carro desgovernado

No dia 15 de maio de 2016, segundo a Polícia Civil, Evanio bateu uma Land Rover Range Rover Evoque, placas de Guaramirim, contra um bar na esquina da rua Bernardo Dornbusch com a rua Ney Franco, no bairro Vila Baependi. O acidente ocorreu durante a madrugada.

Foto Arquivo

A Polícia Militar e os Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul chegaram a ser acionados por volta das 4h50. Moradores afirmaram que o condutor do veículo estava em alta velocidade e fugiu do local após colidir o veículo. Um guincho removeu o carro do local.

Carro
Foto Arquivo

Quer receber as notícias no WhatsApp?