Um cinegrafista gravou o momento exato em que uma aeronave caiu no Campo de Marte, na zona Norte de São Paulo, na noite deste domingo (29). O avião partiu de Videira (SC), a aproximadamente 400 quilômetros de Florianópolis, e pertencia a uma empresa do setor de embalagens plásticas. As causas do acidente ainda serão investigadas.

Dos sete ocupantes do avião, quatro foram arremessados para fora e três tiveram de ser retirados das ferragens. O piloto não resistiu aos ferimentos. Uma das vítimas teve trauma de face, com quadro de saúde mais delicado, e foi encaminhada para o Hospital das Clínicas (HC).

As outras cinco vítimas, em estado de saúde menos grave, tiveram escoriações e traumatismo cranioencefálico leve. As identidades não foram divulgadas pelo Corpo de Bombeiros. Elas foram encaminhadas para outros hospitais públicos e privados da capital.

Segundo informações preliminares compartilhadas entre pilotos de São Paulo, o avião primeiro voou baixo e depois arremeteu. Ao tentar descer pela terceira vez, a nave teria virado, tocado o solo da pista de pousos e decolagens e houve uma explosão, por causa do combustível.

A aeronave era um bimotor, modelo King Air C90GTI. Para esse tipo de avião, segundo especialistas, não é necessário copiloto. Conforme as informações no registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o equipamento era de 2008 e tinha situação regular.

Com informações do Estadão Conteúdo.