Um brasileiro de 35 anos foi detido em Buenos Aires após disparar uma arma contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

Um vídeo que circula nas redes sociais motra o momento do ataque.

De acordo com as informações do jornal Clarín, o atentado aconteceu na noite desta quinta-feira (1º).

A arma teria falhado no momento do disparo. Como não houve tiro, existe a possibilidade de ela ser falsa.

O homem foi identificado como Fernando Andres Sabag Montiel.

De nacionalidade brasileira, Montiel tem antecedentes penais.

Em março de 2021, foi processado por contravenção, ou seja, porte de arma não convencional, em La Paternal, onde seria domiciliado.

Segundo o Clarín, na ocasião, o brasileiro foi preso com uma faca em sua posse e declarou que era para sua defesa pessoal, segundo fontes de segurança.Segundo registros comerciais, o homem está registrado para prestar "serviço de transporte automóvel urbano e suburbano não regular de passageiros gratuitos", categoria que corresponde à aplicação de condutores de automóveis.

Também tem um carro Chevrolet Prisma registrado em seu nome.

De acordo com o ministro da Segurança Aníbal Fernandez, o ataque ocorreu em frente à casa de Kirchner, no bairro da Recoleta, em Buenos Aires.

Ela estava conversando com apoiadores quando o homem entra no meio da multidão e aponta uma arma para a cabeça da vice-presidente, como mostram as imagens capturadas, e dispara.

*Com informações de Clarín e Exame.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança