Ao amanhecer do dia 20 de março, um ato de vandalismo foi praticado na Igreja São Cristóvão, da Paróquia Sagrada Família, no bairro Cidade Alta, em Araranguá. Imagens, que ficam na parte externa da igreja, foram retiradas dos altares e espalhadas pelo pátio. Algumas tiveram as mãos cortadas e outras foram quebradas.

O crime que chocou os fiéis e até mesmo o pároco, padre Daniel Zilli, foi registrado pelas câmeras de segurança por volta da 1h20min da madrugada daquele domingo.

Pela manhã, assim que constatado o vandalismo, a Polícia Militar foi acionada e a Polícia Civil iniciou os trabalhos de investigação. Conforme agentes da investigação da 1ª DP de Araranguá, com base nas imagens que gravaram a ação, deu-se início as investigações e, após várias diligências, e com o auxílio de denúncias anônimas, foi possível identificar os três menores de idade que praticaram o vandalismo.

Ainda segundo a 1ª DP, um dos adolescentes, acompanhado da mãe, prestou depoimento esclarecendo os fatos e o ato infracional será encaminhado à delegacia especializada.

De acordo com levantamentos do Portal Agora, dois dos adolescentes já possuem passagens por vandalismo e já foram apreendidos por quebrar os vidros do Salão Comunitário do bairro Lagoão, com uso de estilingue.

A Polícia Civil de Araranguá se coloca à disposição para receber as denúncias que podem auxiliar nas investigações de qualquer crime. O contato pode ser feito por meio do número 181.

 

 

 

Com informações de Karin Mariana / Portal Agora