Nesta semana, a Justiça decidiu que o vereador de Indaial Diego Pandini (PP), popularmente conhecido como Diabo Loiro, vai a júri popular pelo assassinato do padrasto e por tentar matar o próprio irmão, em 2014. De acordo com despacho da juíza Leila Mara da Silva, da Vara Criminal de Indaial, ele será julgado pelos crimes de homicídio simples e tentativa de homicídio simples. A data ainda não está definida.

O caso ocorreu na madrugada do dia 13 de maio de 2014. Segundo a denúncia, Pandini agrediu o padrasto, Jair de Andrade, com golpes de um pedaço de madeira na cabeça, rosto e região abdominal, que lhe levaram à morte. Na ocasião, ele também utilizou o objeto para atacar o irmão, Guilherme Antônio de Andrade, que tinha 16 anos na época. A vítima sofreu ferimentos na cabeça e desmaiou, mas foi socorrida e encaminhada ao hospital.

A defesa do vereador afirma que as agressões foram cometidas em legítima defesa. Pandini alega que o padrasto e o irmão foram até sua casa armados com uma barra de ferro e uma faca, com o objetivo de ameaçá-lo. O irmão confirma que ambos se dirigiram ao local para provocá-lo, mas diz que estavam desarmados.

Os advogados do parlamentar afirmam que irão recorrer da decisão. Pandini continua respondendo o processo em liberdade. No ano passado, a Polícia Civil apreendeu arma de fogo e munições na residência do vereador.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul