Tem coisas que só vendo para acreditar, como o caso que aconteceu em Brasília, onde um usuário de drogas pagou o traficante com um galo por umas pedras de crack. Assim que saiu da boca de fumo e consumiu a droga, não ficou satisfeito e voltou para comprar mais.

Foto: Reprodução

Porém da segunda vez o usuário pagou a droga com um celular no valor de mil reais. Entretanto, o valor da droga seria apenas de R$ 100.

Revoltado ao perceber que foi enganado, o usuário recorreu à Polícia local. Foi à 35ª Delegacia, em Sobradinho e registrou um boletim de ocorrência por roubo do aparelho celular. Ele acusou o traficante pelo crime, mas acabou sendo enquadrado também. O usuário foi autuado por denunciação caluniosa.

No caso do traficante, a prisão só foi possível porque a polícia foi ao local apontado como boca de fumo e lá encontrou apetrechos ligados ao tráfico. O celular foi recuperado, mas o galo não.