Na manhã de sexta-feira (9), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Turismo, o Instituto Jourdan e a Secretaria de Obras, estiveram em visita técnica a Chiesetta Alpina, junto a empresa Viação Canarinho, que faz a linha de transporte público no bairro Boa Vista. A intenção foi analisar o trajeto e a possibilidade de estender o transporte público até a igreja, que é o ponto turístico de Jaraguá do Sul mais visitado atualmente. O gerente de Turismo, Fenísio Pires Júnior, destaca que a intenção é disponibilizar o transporte coletivo até a igreja, nos fins de semana, com uma frequência de horários que atenda os turistas e mesmo a comunidade do Boa Vista. “Nos fins de semana de tempo bom, é intenso o fluxo de veículos no acesso à Chiesetta”, explica. A partir de agora, a empresa Viação Canarinho analisará o pedido e fará o estudo de viabilidade para, quem sabe ainda este ano, implantar a linha de transporte público. “A medida é um dos planejamentos para diminuir o fluxo de veículos em finais de semana de sol, onde apresenta grande movimentação. A opções do transporte coletivo para o ponto turístico traz benefícios diretos a comunidade que ganha segurança e mobilidade”, acrescenta o gerente. Moradores do bairro Boa Vista tiveram um impacto grande de movimentação especialmente nos fins de semana, sendo que em algumas datas, o número estimado de visitantes chegou a dois mil. O secretário de Obras Onésimo Sell acompanhou o grupo, já que a Secretaria de Obras e Serviços Públicos fez várias ações no trecho entre a Igreja São Benedito e o pórtico de acesso à Chiesetta, trecho que será concretado da Rua Domingos Rosa. Os trabalhos consistiram no alargamento da pista, drenagem e retirada de algumas curvas, para melhorar a visibilidade e reduzir os riscos de acidentes. A extensão é de 2,4 mil metros e a obra será feita por meio de convênio entre Município e Caixa Econômica Federal assinado no começo deste ano. Os R$ 975 mil para a obra vêm através de emenda parlamentar do deputado federal Mauro Mariani, e a contrapartida da Prefeitura é de R$ 9,9 mil. A licitação da obra deve acontecer nas próximas semanas. A Prefeitura fará a base e sub-base do concreto.