A região de abrangência da Gerência Regional de Saúde de Tubarão identificou até o momento quatro casos autóctones de dengue, ou seja, casos que foram contraídos dentro do próprio município. Destes, três são em Tubarão e um em Braço do Norte.

Por isso, as ações de controle vetorial foram intensificadas nesse momento, bem como, a sensibilização dos profissionais de saúde para a suspeição da doença. Com relação ao Aedes aegypti, tem-se 98 focos na região: Gravatal – 1 foco; Imbituba – 52 focos; Jaguaruna – 1 foco; Laguna – 2 focos; Pescaria Brava 2 focos; São Ludgero – 25 focos e Tubarão – 2 focos. Destes municípios, os que são infestados pelo inseto, ou seja, que atingiram os critérios de disseminação e manutenção do vetor são dois, Imbituba e São Ludgero.

Portanto, a região da Amurel, pede-se à população que redobre os cuidados, uma vez que a prevenção é o melhor remédio contra a dengue e as demais doenças causadas pelo mosquito, como a Chicungunya e a Zica. Não deixe potes, reservatórios, pratos de vasos ou pneus ao ar livre, pois podem acumular água, local preferido do inseto para se reproduzir e depositar as larvas.