Troca de facção teria motivado execução na frente de creche em Indaial

Foto: Reprodução OCP

Por: OCP News Joinville

05/03/2024 - 07:03 - Atualizada em: 05/03/2024 - 07:55

A execução de um homem em frente a uma creche de Indaial, na manhã de segunda-feira (4), teria sido motivada por uma troca de facção criminosa, segundo a Polícia Civil.

O crime ocorreu momentos depois de a mulher da vítima descer do carro, com o filho, para deixá-lo na creche.

Dois homens desceram de outro veículo e consumaram a execução. Uma mulher e uma criança – que não têm relação com a vítima – também ficaram feridas.

Após intensa troca de informações entre as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, quatro suspeitos foram presos nas cidades de Registro e Itapecerica da Serra, ambas em São Paulo.

De acordo com o delegado Filipe Martins, a vítima possuía vínculo com organização criminosa e tinha mandado de prisão ativo pelo crime de homicídio.

Informações preliminares dão conta de que a vítima vinha sendo ameaçada de morte há algum tempo, por ter trocado de organização criminosa, o que teria desagradado o grupo rival.

Para despistar o grupo que o ameaçava, o homem, acompanhado da mulher e do filho, decidiu morar em Santa Catarina e, ao longo dos últimos anos, residiu em várias cidades da região.

O homem executado foi identificado como Marcos Gama Barroso.