Um dos casos investigados é uma tentativa de furto à agência em Balneário Piçarras em novembro do ano passado | Foto Polícia Civil/Divulgação

Um dos casos investigados é uma tentativa de furto à agência em Balneário Piçarras em novembro do ano passado | Foto Polícia Civil/Divulgação

Dois policiais militares de Balneário Piçarras e um de Barra Velha foram presos preventivamente nesta terça-feira (15) no Litoral Norte de Santa Catarina. Os três tiveram os mandados de prisão expedidos pela Justiça Militar.

Eles são suspeitos de atuarem em parceria com assaltantes, principalmente em dias em que estavam em serviço. Suspeita-se que eles facilitavam ações de caixeiros - fazendo rondas longe dos locais de arrombamento -  e ganhavam dinheiro em troca. Um dos casos investigados é uma tentativa de furto à agência do Banco do Brasil, em Balneário Piçarras, em novembro de 2017.

Os dois policiais de Balneário Piçarras estão presos no batalhão em Itajaí, já o PM de Barra Velha está detido em um dos batalhões de Joinville. Em comunicado enviado à imprensa, a Polícia Militar de Balneário Piçarras confirmou o afastamento dos policiais diante das investigações, porém disse que “o referido processo criminal encontra-se em segredo de justiça e está em fase de produção de provas”.

Quer receber notícias no WhatsApp? Clique aqui