A Polícia Civil atua em uma ação conjunta desencadeada em Florianópolis para combater furtos de fios, cabos e ferragens na manhã desta quarta-feira (12). Estão sendo fiscalizados sete pontos de forma simultânea. Alguns ferros-velhos estão incluídos nos trabalhos de fiscalização. Houve prisões em flagrante.

A iniciativa com a Secretaria Municipal de Segurança Pública da Capital mobiliza a Guarda Municipal de Florianópolis, Susp, Floram, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Celesc. A Polícia Civil atua com seis equipes em pontos do Continente e da Ilha.

 

 

Prisões

As instituições e os órgãos envolvidos reúnem esforços conjuntos e integrados para coibir esse tipo de delito. Há casos, por exemplo, de furtos de placas de trânsito e de fiação semafórica e telefônica. Nas primeiras ações ao menos três prisões em flagrante foram realizadas.

Em um ferro-velho no bairro Monte Cristo, no Continente, uma mulher foi presa por receptação qualificada (fios de cobre das operadoras de telefonia, hidrômetro de água e fios da Celesc), pois foram apreendidos ainda no local hidrômetros da Casan e fios da Celesc, além de sete botijões de gás que seriam comercializados ilegalmente.

Houve autuação em flagrante por receptação e crime pela ordem econômica. A mulher havia sido presa pela Polícia Civil por receptação no ano passado.

No Morro da Caixa, no Continente, um homem foi preso em flagrante por receptação qualificada. Foi encontrado no imóvel cabeamento da Celesc e de entrada de energia de algumas residências.

A ação ainda está em andamento e mais informações serão dadas ao longo do dia.