TJ-SC mantém prisão preventiva de moradora de rua que cometeu assalto em Florianópolis

Foto: Arquivo/OCP

Por: Pedro Leal

13/01/2024 - 12:01 - Atualizada em: 13/01/2024 - 12:06

Em audiência de custódia realizada na tarde desta sexta-feira (12/1), o juízo da 4ª Vara Criminal da comarca da Capital manteve a prisão preventiva de uma mulher em situação de rua acusada de agredir violentamente uma transeunte no centro de Florianópolis, com o objetivo de roubar seus pertences.

A prisão havia sido decretada na quinta-feira (11), quando a acusada foi localizada ainda no centro e calçada com as sandálias da vítima. Das investigações preliminares consta que, no dia 9 de janeiro de 2024, por volta das 22h, a vítima estava na rua Bulcão Viana, área central da cidade, quando foi abordada pela investigada e mais um homem.

Os dois se aproximaram com o pretexto de pedir um cigarro, mas por fim tentaram roubar a mochila da mulher. Ao resistir à ação e segurar a bolsa, a vítima foi empurrada e teve sua cabeça pressionada contra o chão por diversas vezes. Ela sofreu vários ferimentos, principalmente no rosto, em razão da violência empregada pelos autores do roubo, que conseguiram levar um par de sandálias.

A prisão preventiva foi decretada, segundo o magistrado, para garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal, já que o crime foi praticado com extrema violência e deixou lesões visíveis no rosto da vítima. Além disso, de acordo com a autoridade policial, a suspeita estava sob aparente efeito de drogas e seria viciada em crack (Autos n. 5003064-78.2024.8.24.0023).