O Tribunal de Justiça oficializou nesta sexta-feira, durante a solenidade do 183º aniversário da Polícia Militar, a doação de R$ 6,2 milhões para que a instituição possa implantar o projeto de câmeras corporais individuais em todas as guarnições que prestam serviço de campo em Santa Catarina. A informação é do site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. A verba, oriunda das transações penais e penas pecuniárias aplicadas nas comarcas do Estado, servirá para a aquisição de duas mil câmeras e colocará a PM na condição de vanguarda entre as demais corporações de todo o continente sul-americano. "Resolvemos apoiar este projeto porque ele só traz benefícios aos envolvidos: aos bons policiais, cuja atuação será devidamente registrada; ao cidadão, que terá a garantia de abordagens cada vez mais técnicas e profissionais; e ao juiz, cuja decisão se dará com base em fatos concretos, amparados visualmente", anotou o desembargador Rodrigo Collaço, presidente do Tribunal de Justiça. O alvará com a liberação dos recursos foi assinado pelo desembargador Henry Petry Junior, corregedor-geral de Justiça. "As câmeras nos levarão a um novo patamar de legitimidade junto à sociedade", comentou o coronel Araújo Gomes, comandante da Polícia Militar, bastante agradecido com o presente que a instituição recebeu justamente no dia de seu aniversário. O governador Eduardo Pinho Moreira, também presente ao ato, acrescentou que a tecnologia e a inovação são sempre bem-vindas, especialmente quando utilizadas para o bem. Ele destacou a participação do Poder Judiciário no desafio de combater a criminalidade e assegurar a segurança pública da coletividade. "O Estado é representado por seus Poderes, cada qual com suas competências, mas a responsabilidade com o problema da segurança pública deve nos unir em prol da sociedade", afirmou Collaço. Segundo a Polícia Militar, com os recursos agora garantidos, a efetiva implantação do projeto deve ocorrer em cinco meses. Isso porque haverá necessidade de licitação para a aquisição dos equipamentos e prazo para sua entrega - mais elástico por conta da quantidade. A polícia de Washington, capital americana, opera seu sistema com 1,8 mil câmeras. Os desembargadores Moacyr de Moraes Lima Filho, vice-presidente do TJ, e Roberto Lucas Pacheco, vice-corregedor-geral, também acompanharam a solenidade do repasse de verbas, realizada no auditório do Centro de Ensino da Polícia Militar, no bairro da Trindade, na capital.