O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) confirmou a condenação de um trio flagrado pela Polícia Militar no momento em que negociava cerca de dez quilos de maconha na frente de uma sorveteria, no bairro Maria Céu, em Criciúma.

O homem, que trazia a droga no carro, no interior de uma mochila, ainda levou os militares até sua residência, onde foram localizados mais 56 quilos do entorpecente.

A operação policial foi realizada na tarde de 4 de setembro de 2018.

Os três réus foram condenados a penas que variaram de seis a nove anos de reclusão, todas em regime fechado.

Dois deles já tinham condenações anteriores pelo mesmo delito.

A apelação foi apreciada na 3ª Câmara Criminal do TJ, sob relatoria do desembargador Ernani Guetten de Almeida.

Ele rechaçou o principal argumento das defesas no sentido de contexto probatório insuficiente para sustentar as condenações.

No seu entender, os depoimentos dos policiais envolvidos na ação foram uníssonos e coerentes, enquanto as versões apresentadas pelos acusados foram nebulosas e contraditórias entre si.

A decisão da câmara, integrada ainda pelos desembargadores Leopoldo Brüggemann e Júlio César Ferreira de Melo, foi unânime