Um forte temporal deixou casas destelhadas e interditou rodovias na quinta-feira (07), no Oeste de Santa Catarina.

Em Palma Sola, a força do vento também resultou na queda de árvores. Por conta da chuva, algumas ruas também ficaram interditadas e cinco residências foram destelhadas. O Corpo de Bombeiros distribuiu lonas aos moradores atingidos. Não houve feridos.

Em Palma Sola, no Oeste catarinense, houve queda de árvores — Foto: Prefeitura de Palma Sola/Divulgação

Em Palma Sola, no Oeste catarinense, houve queda de árvores — Foto: Palma Sola/Divulgação

Segundo a Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRv), até o fim da tarde quinta-feira (07), duas rodovias estaduais ficaram afetadas.

Na SC-350, em Caçador, no Oeste, o trânsito chegou a ficar em meia pista após a queda de uma barreira no km 170,95.

Trecho em Caçador, no Oeste catarinense — Foto: PMRv/Divuçgação

Já na SC-480, entre as cidades de Galvão e São Domingos, um deslizamento de terra causou transtornos aos motoristas.

Uma guarnição da polícia sinalizou o trecho enquanto máquinas da prefeitura trabalhavam para liberar a via.

A BR-282, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), também teve problemas por conta da chuva, pedras obstruíram o km 551 da rodovia, em Nova Itabereba.

Por volta das 18h, a situação foi resolvida e o trânsito foi liberado.