Taxistas de Jaraguá do Sul, Corupá, Guaramirim, Timbó Joinville e outras cidades se reuniram no final da tarde desta terça-feira (28) para homenagear o colega Allan Tietz, morto após um assalto ocorrido na quarta-feira (22). A concentração da carreata aconteceu no posto Zandoná, na avenida Prefeito Waldemar Grubba, no bairro Centenário, por volta das 19h. Pouco depois das 20h, cerca de 80 veículos partiram do local rumo à capela Mortuária Maria Leier, no Centro. De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas de Jaraguá do Sul, Eliseu Petry, disse que o grupo percorreu a avenida Prefeito Waldemar Grubba, a rua Adélia Fischer, a rua Epitácio Pessoa, a rua Estheria Lenzi Friedrich, a rua Henrique Piazera, a avenida Marechal Deodoro da Fonseca, a rua Marina Frutuoso, a rua Reinoldo Rau, a rua Max Wilhelm, a rua Augusto Mielke, a rua Bernardo Dornbusch e a rua Coronel Procópio Gomes de Oliveira.
Cartaz em veículo lembra que todo taxista tem uma família | Foto Fábio Junkes/OCP
Petry comenta que a profissão de taxista é uma das mais perigosas. “Sempre foi muito complicada. É uma das profissões mais perigosas, sempre foi. Infelizmente, todas essas situações acontecem com o taxista sozinho. Nós não temos muito o que fazer”, afirma o sindicalista, ao ressaltar que o serviço de táxi é uma concessão pública e todos os taxistas têm o dever de atender a população.
Taxistas desejam força à família enlutada | Foto Fábio Junkes/OCP
Eliseu enfatiza que os taxistas prestam um serviço essencial e que não podem recusar corridas. “Quando nós somos solicitados, não podemos recusar uma corrida. Nós temos que atender a toda a população. A gente não sabe quem é bom e quem é ruim. O nosso compromisso com a sociedade é atender as pessoas. É um serviço público que precisa ser feito com tudo certinho. Nós precisamos ter alvará, nosso taxímetro tem que estar funcionando”, aponta.
Mensagem em cartaz pede respeito com os taxistas | Foto Fábio Junkes/OCP
VEJA TAMBÉM - [VÍDEO] Reportagem mostra local onde taxista de Jaraguá do Sul foi encontrado – Velório do taxista Allan Tietz inicia na noite desta terça-feira em Jaraguá do Sul – “Pelo menos eu posso velar o meu filho e enterrar ele com dignidade”, diz pai do taxista