A Delegacia de Homicídios (DH) da Polícia Civil de Joinville já instaurou um inquérito para apurar as condições da morte de um jovem de 24 anos. Felipe Mendes, foi baleado com dois tiros na cabeça, quando andava pela rua Antônio Neves Reis, no Jardim Edilene, bairro Paranaguamirim, zona Sul de Joinville. As primeiras informações são a de que dois homens em um automóvel escuro passaram pelo rapaz e atiraram. Felipe chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no local. Leia mais: PM prende suspeito de matar jovem a tiros em Joinville “A vítima não tinha nenhum antecedente criminal. Partindo deste princípio, a gente não descarta nenhuma hipótese no que diz respeito a motivação deste homicídio. Estamos instaurando o inquérito e vamos estudar a vida pregressa do Felipe Mendes para saber se ele era usuário de drogas e tinha alguma dívida, por exemplo, ou se trata-se de uma vingança. A investigação está no início e ainda é cedo para tirarmos uma conclusão da motivação do crime”, informou o delegado Fabiano Silveira, da DH. Logo após o assassinato, um rapaz de 18 anos, suspeito da autoria do assassinato chegou a ser detido pela Polícia Militar, no bairro Jarivatuba, ainda na Zona Sul. “O rapaz nega o envolvimento no homicídio, foi interrogado e, por enquanto, foi liberado. Outro suspeito foi identificado, mas isso a gente ainda mantem em sigilo para não atrapalhar as investigações”, finaliza o delegado. Felipe Mendes era estudante, solteiro e não deixa filhos. O corpo do rapaz está sendo velado na casa em que ele morava, no bairro Paranaguamirim e o enterro ocorre neste sábado (23), no Cemitério Municipal. Com mais esta morte, Joinville chega a 134 homicídios registrados neste ano.