A Polícia Civil prendeu, na tarde de quarta-feira (20), um homem de 28 anos suspeito de integrar um grupo de extermínio e de milícia armada do Mato Grosso do Sul.

Ele estava foragido após ter a prisão preventiva decretada na Operação Omertá. De acordo com a corporação, ele é suspeito de ser um hacker contratado para rastrear e repassar informações sobre a rotina de um capitão da polícia militar ao grupo de extermínio.

O suspeito teria sido procurado por uma dupla de pistoleiros após uma publicação numa rede social.

Ainda de acordo com a polícia, o homem teria tentado marcar um encontro com o capitão da polícia para coletar o maior número possível de informações.

Ele foi encontrado por volta das 17h, no bairro Boehmerwald, enquanto tentava fugir do local onde estava escondido.

A operação teve o apoio da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Joinville e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

*Com informações da ND Mais

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram