O suspeito de ter abusado sexualmente de crianças que frequentavam a creche da qual ele era um dos sócios passou a ser réu em uma ação penal pública em Itapema.

O homem foi denunciado pelo crime de estupro de vulnerável.

 

 

De acordo com o MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), ele teria praticado atos libidinosos diversos da conjunção carnal com crianças com idade aproximada de 7 anos.

O réu, que chegou a ser considerado foragido após os crimes serem revelados e investigados pela Polícia Civil, agora está em prisão preventiva.

A denúncia foi proposta no dia 14 de junho e aceita pela Justiça no dia seguinte.

A ação penal pública aguarda a defesa prévia do réu e tramita em sigilo, pois se refere a um crime que atenta contra a dignidade sexual e cujas vítimas são crianças.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança