Uma mulher suspeita de envolvimento em um sequesto-relâmpago foi presa, na tarde desta sexta-feira (21), em São Francisco do Sul, no Litoral Norte catarinense.

O crime aconteceu pela manhã, quando três pessoas abordaram um casal que estava em uma Land Rover, na região da Brasilândia, na zona Norte de São Paulo.

 

 

Conforme os policiais, os criminosos exigiram que as vítimas pagassem R$ 2 milhões para serem liberadas.

Após a Polícia Militar paulista ter chegado ao local, os suspeitos tentaram fugir com o carro, mas acabaram batendo em outro veículo.

Dois suspeitos conseguiram escapar a pé, enquanto o outro permaneceu no carro com as vítimas. Os policiais iniciaram as negociações, e o homem acabou liberando o casal e se entregando.

Segundo a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville, a mulher presa em São Francisco do Sul teria recebido valores em sua conta durante a ação dos criminosos.