Submarino que desapareceu em expedição ao Titanic tem de 70 a 96 horas de oxigênio

Foto: Reprodução Instagram

Por: Elisângela Pezzutti

20/06/2023 - 09:06 - Atualizada em: 20/06/2023 - 09:57

Com base nas informações recebidas do operador da embarcação, o submarino desaparecido enquanto levava cinco pessoas para uma expedição aos destroços do Titanic tem entre 70 e 96 horasde oxigênio de emergência a bordo. A informação foi divulgada pelo contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA, John Mauger, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (19), dia em que iniciaram as buscas.

Mauger é o Comandante do Primeiro Distrito da Guarda Costeira. Segundo ele, as buscas são complexas, já que a procura pelo submarino está sendo feita tanto debaixo d’água quanto na superfície. Ele afirmou que a embarcação pode ter emergido, mas perdido a comunicação com a embarcação de turismo de onde partiu no domingo (18).

De acordo com a porta-voz da Guarda Costeira, tenente Samantha Corcoran, ainda no domingo as autoridades receberam um telefonema informando que o navio de pesquisa canadense Polar Prince havia perdido contato com o navio submersível 1 hora e 45 minutos após a descida e que estava atrasado na verificação de suas comunicações,

“No momento, estamos apenas tentando usar todos os esforços e trabalhar com parceiros internacionais para tentar obter recursos para localizar com segurança todos os cinco indivíduos”, declarou ela.

A Oceangate Expeditions, responsável pela expedição, afirmou que está “explorando e mobilizando todas as opções para trazer a tripulação de volta com segurança”.

Sobre o Titanic

O famoso navio Titanic, cuja história já foi tema de diversos filmes, atingiu um iceberg em sua primeira viagem e afundou no Oceano Atlântico Norte em abril de 1912, causando a morte de mais de 1.500 pessoas. Os seus destroços, descobertos em 1985, estão no fundo do oceano, aproximadamente 4 quilômetros abaixo da superfície.

Atualmente, passeios privados são disponibilizados aos turistas, possibilitando que os destroços do navio possam ser vistos de perto.

*Com informações CNN

Notícias no celular

Whatsapp