O número de mortes confirmadas por conta da enxurrada que atingiu o Alto Vale do Itajaí no início desta quinta-feira (17) subiu para 12. São nove óbitos em Presidente Getúlio, a cidade mais atingida na região, duas em Rio do Sul e uma em Ibirama, segundo boletim divulgado no fim da tarde pela Defesa Civil de Santa Catarina.

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) se deslocaram de outras regiões para o atendimento das vítimas fatais. Há informação também de desaparecidos. Agentes da Defesa Civil, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros atuam desde a madrugada no resgate e levantamento de perdas.

O município de Presidente Getúlio já decretou estado de calamidade pública, enquanto Rio do Sul declarou situação de emergência. Até o momento, a Defesa Civil estadual entregou cerca de 5 mil itens de assistência humanitária no Alto Vale, incluindo cestas básicas, kits de limpeza e de higiene pessoal, além de fardos de água mineral.

O presidente Jair Bolsonaro entrou em contato com o governador Carlos Moisés (PSL) para manifestar pesar pelas vítimas e informou que o secretário nacional de Defesa Civil chega a Santa Catarina ainda nesta quinta-feira para acompanhar a situação.

 

 

A Defesa Civil mantém o alerta de risco alto de deslizamentos nos municípios do Alto Vale do Itajaí para os próximos dias, que seguirão com tempo instável. As comportas das barragens de Taió e Ituporanga seguem fechadas.

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp: