Um presidiário é o principal suspeito de te encomendado a morte de sua companheira no município de Imbituba, em Santa Catarina. O crime teria sido motivado por ciúmes do cidadão que não aceitava a a separação, e por isso, teria contratado sete pessoas para matar a mulher de 24 anos. Uma ossada com as características da vítima foi encontrada e passa por análise. Os envolvidos foram presos na manhã desta terça-feira (06). São suspeitos quatro homens e três mulheres. Cinco deles já foram presos ao longo das investigações por tráfico de drogas, e agora cumprem pena também por homicídio.

 

 

Ela e o preso de 34 anos eram casados, têm dois filhos e ela teria pedido a separação, o que descontentou o marido que teria contratado os matadores. No dia do crime, segundo a Polícia Civil, a vítima estava em casa e foi levada por um dos suspeitos, de moto, para a casa do cunhado dela. No local, ela foi ferida por diversos tipos de golpe. Ao chegar, foi atingida na cabeça por um capacete. Na sequência, cortaram o cabelo da vítima, o que foi filmado, sendo na sequencia atingida por uma martelada na cabeça, entre outros golpes com outros objetos. Após ficar desacordada, uma das envolvidas ainda teria colocado um travesseiro no corpo da vítima e fumado crack deitada nel. ,Ainda segundo as investigações, após o assassinato, os autores atearam fogo no corpo e o descartaram nas proximidades do aterro sanitário da Divineia (Vila Nova Alvorada). A ossada da vítima foi encontrada pela Polícia no dia 15 de julho, após os suspeitos terem confessado o local onde estaria seus restos mortais.

Conforme a Polícia Civil, os envolvidos devem responder por homicídio quadruplamente qualificado, fraude processual e destruição/ocultação de cadáver. A investigação ainda não foi concluída.

Ezequiel de Jesus, único dos suspeitos que ainda não foi preso, a mando do irmão, ordenou que seus “sócios”, criminosos, providenciassem a execução da vítima e que a morte deveria ter “requintes de crueldade”.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger