Um engavetamento ocorrido na tarde da última segunda-feira (12), em Papanduva, Norte catarinense, deixou uma criança gravemente ferida. Outras seis pessoas também foram socorridas e levadas a um hospital.

O acidente, que envolveu três carros e uma carreta, ocorreu na altura do quilômetro 49 da BR-116, por volta das 16h30.

 

 

De acordo com os bombeiros, uma criança que estava em um Honda Fit, com placas de Maringá (PR), foi encontrada em estado crítico. A menina estava presa no banco traseiro, na cadeirinha, e apresentava traumatismo craniano com afundamento e suspeita de hemorragia interna.

O condutor do veículo, de 42 anos, estava encarcerado e desorientado. Ele tinha suspeita de fratura fechada de pelve e traumatismo craniano. Já a terceira ocupante do Fit foi encontrada fora do carro, em estado de choque.

A criança e a mulher foram levadas pelos bombeiros ao Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra. Após ser desencarcerado, o motorista foi conduzido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Hospital São Sebastião, em Papanduva.

Ainda conforme os bombeiros, três passageiros de um Volkswagen Voyage de Wenceslau Braz (PR) também foram levados ao Hospital São Sebastião.

O motorista de 56 anos relatava sentir dores abdominais, um passageiro de 23 anos apresentava dores torácicas e uma menor estava com um ferimento no crânio. Outro passageiro, de 31 anos, não tinha lesões e recusou atendimento médico.

Já no terceiro veículo envolvido no acidente, um Fiat Fiorino, com placas de Belo Horizonte (MG), havia apenas o motorista, de 52 anos. Ele apresentava um corte no supercílio direito, mas assinou um termo recusando-se a receber atendimento médico.

O condutor da carreta, um homem de 60 anos, estava com sinais vitais alterados e também foi encaminhado ao Hospital São Sebastião. A causa do engavetamento não foi divulgada.