Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com um impasse nas negociações entre o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região (Sinsej) e Prefeitura Municipal, os servidores municipais de Joinville iniciam, greve nesta segunda-feira (12).
O pedido do sindicato era de que o executivo ajustasse os salários de acordo com a inflação, porém, a contrapartida do governo municipal foi oferecer apenas a metade. O resultado é que a partir de hoje, diversos serviços estarão com o efetivo reduzido devido à greve dos servidores.
A proposta do prefeito Udo Döhler após seis reuniões com o sindicato foi um aumento de metade da inflação dividido em duas parcelas, 1% em setembro e mais 1% em novembro. Além disso, o reajuste previsto em lei do vale-alimentação foi ignorado.
Entre as reivindicações dos servidores estão a reposição da inflação na data-base – no primeiro dia do mês de maio e a equiparação do vale-alimentação ao da Companhia Águas de Joinville.