Segunda vítima do ataque a escola do Paraná morre em hospital

Karoline e Luan eram namorados e morreram em ataque a tiros a escola no Paraná — Foto: Redes sociais/Reprodução

Por: Claudio Costa

20/06/2023 - 08:06 - Atualizada em: 20/06/2023 - 09:40

O jovem de 16 anos que foi atingido por dois tiros na cabeça durante um ataque a uma escola em Cambé, no Paraná, morreu na madrugada desta terça-feira (20).

A informação foi confirmada pelo Hospital Universitário de Londrina, onde ele estava internado.

“Foram dois tiros, um que o atravessou, e outro, frontal, que ficou alojado. Ele chegou a ser socorrido aqui em Cambé, mas, depois, foi transferido para Londrina. O neurologista disse que iria tentar estabilizá-lo antes de submetê-lo a uma cirurgia e fazer uma drenagem. Colocaram sangue, deram remédio, respirador, mas não deu certo, ele não resistiu e faleceu nesta madrugada”, informou José Arion da Luz Castilho, amigo da família.

No ataque, na manhã de segunda-feira (19), outra estudante, Karoline Verri Alves, de 17 anos, morreu após também ser baleada.

Ela e Luan Augusto eram namorados, segundo parentes e professores.

A Polícia Militar do Paraná informou que o atirador, um ex-aluno de 21 anos, foi até a direção do colégio alegando que precisava de cópias de documentos.

Depois disso, ele teria ido ao banheiro e, na saída, começado a atirar.

O homem foi preso e a polícia também deteve um possível cúmplice do atirador.

*Com informações de O Tempo.

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.