O 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) recebe a segunda edição do Vem com a PM, evento que acontece neste sábado (5), entre 13 e 17h. A ação alusiva aos 183 anos da Polícia Militar vai contar com diversas atividades, como a demonstração com os cães do Canil Setorial e simulações de abordagens de suspeitos. A primeira edição do evento, realizada no ano passado, contou com a visitação de aproximadamente mil pessoas. De acordo com o chefe da Seção de Comunicação do 14º BPM major Aires Volnei Pilonetto, os visitantes já vão se deparar com a Rocam (Rondas Ostensivas com o Apoio de Motocicletas) na rua de entrada do batalhão. Serão feitas manobras e os policiais vão interagir com o público. A Central Regional de Emergências, responsável pelo atendimento das ligações feitas pelo 190, vai estar aberta para que os visitantes conheçam o sistema de monitoramento da cidade. Outro atrativo do evento é um tatame montado na garagem do batalhão. Lá, os PMs vão mostrar técnicas de defesa pessoal e como se preparam para as adversidades da atividade policial. “Muitas vezes, os policiais militares têm que usar a força física para imobilizar os agressores. Neste local estarão os parceiros que ajudam na preparação dos nossos policiais”, explica Pilonetto, ao ressaltar que haverá a demonstrações de calistenia, atividade física que faz parte da preparação dos PMs.
Mascote Daren vai receber o público no batalhão | Foto: Fábio Junkes/OCP
Viaturas utilizadas pelas guarnições no policiamento da cidade também vão estar expostos para a população, além de demonstrações de uso do radar de velocidade e do bafômetro. Policiais militares do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) vão mostrar as armas utilizadas pela PM. O campo de futebol do batalhão vai ser reservado para as demonstrações feitas pelos policiais cinotécnicos e cães do Canil Setorial. Os animais vão realizar demonstrações de faro e de busca e captura. “Esta é a segunda edição do evento em Jaraguá do Sul. Nós abrimos a portas da sede da PM para que as pessoas conheçam ainda mais da atividade policial. A entrada é livre e nós pedimos para que as pessoas tragam um quilo de alimento para contribuir com uma entidade beneficente da nossa região”, finaliza o oficial da PM.