Santa Catarina registra Carnaval sem mortes por afogamento

Santa Catarina registra Carnaval sem mortes por afogamento Santa Catarina registra Carnaval sem mortes por afogamento

Segurança

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 08:37 - 15/02/2018

OCP News Jaraguá do Sul
Pela primeira vez, em ao menos cinco anos, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina comemora um Carnaval sem óbitos por afogamentos no Estado. O comparativo estatístico de ocorrências, feito pelo Centro de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros Militar, levou em conta os carnavais de 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018, nos principais dias de festa, entre a sexta-feira até a terça-feira de Carnaval. No estudo, foram consideradas as principais ocorrências de praias, como arrastamentos, afogamentos, embarcações à deriva e naufrágios, além das ocorrências cotidianas, como acidentes de trânsito, atendimentos pré-hospitalares, salvamentos e incêndios, nos mesmos períodos das festas. Quer receber as notícias do Aconteceu em Jaraguá do Sul via Whatsapp? Basta clicar aqui O comandante-geral da corporação, coronel Onir Mocellin, que também é presidente da Sobrasa (Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático), e que atua há mais de 30 anos nas Operações Veraneio no Estado, explica que o bom resultado é motivo de comemoração e que vai muito além dos últimos cinco anos. “Desde que atuava nas praias como guarda-vidas, não lembro de algum Carnaval sem óbito por afogamento em Santa Catarina”, disse. O coronel também afirma que não é possível elencar uma única causa para a obtenção de resultados tão positivos, mas sim vários fatores que colaboraram para os números. “Podemos apontar desde a intensificação de campanhas de orientação por parte do Corpo de Bombeiros, até uma mudança no comportamento das pessoas e diminuição de público nas praias por conta dos dias chuvosos. O importante é continuarmos focados na prevenção e na orientação das pessoas para evitar acidentes”, disse. Apesar disso, o número de acidentes de trânsito atendidos pelos bombeiros militares no estado aumentou em 19 casos, quando comparado com o Carnaval do ano passado. Foram registrados 405 atendimentos, enquanto no Carnaval de 2017 foram 386. Já o número de atendimentos pré-hospitalares, que engloba desde pessoas lesionadas em desavenças até casos de desmaios também diminuiu de 1929 casos no ano passado, para 1580 neste Carnaval. “De maneira geral, podemos avaliar como extremamente positiva a atuação dos bombeiros militares e guarda-vidas civis na Operação Carnaval em Santa Catarina. Não tivemos nenhuma ocorrência de maior vulto”, enfatiza o coronel Mocellin.
×