Um réu foi condenado a 14 anos por homicídio pelo Tribunal do Júri da Comarca de Criciúma. A vítima, Rodrigo Garcia Anacleto, de 35 anos, foi assassinada com três tiros em fevereiro de 2018 no bairro São Marcos.

Segundo o delegado André Milanese, a investigação, realizada à época pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Divisão de Investigação Criminal (DHPP/DIC) de Criciúma, apurou que Rodrigo foi assassinado em razão de uma discussão envolvendo negociação de maconha.

O réu, Richard Prudêncio de Oliveira, então com 21 anos, traficante que estava armado, acabou atirando contra a vítima.

Ele foi condenado a pena de 14 anos de reclusão pelos crimes de homicídio qualificado pelo motivo torpe e impossibilidade de defesa, além de vilipêndio de cadáver, pois o réu divulgou filmagens chutando a vítima morta.

“Richard se encontra preso preventivamente desde 27/04/18, quando foi localizado e detido pela Polícia Civil de Laguna, para onde tinha ido se refugiar, não sendo lhe concedido o direito de recorrer em liberdade”, informou o delegado.

A sessão do Tribunal do Júri foi presidida pelo juiz Guilherme Cesconetto, da 1ª Vara Criminal, e teve como promotora de Justiça a Dra. Andréia Tonin, da 13ª Promotoria.